Festival Gastronomico de Pernambuco 2010

O Chef Volkmar foi convidado para participar do Festival Gastronômico de Pernambuco 2010. Como ele já teve uma experiência muito positiva, resolvi dividir com vocês as impressões que este festival causou ao nosso chef. Espero que gostem!

Aguardem mais notícias sobre o festival que acontecerá em Outubro.

Confissões de um Chef – VII Festival Gastronômico de Pernambuco – Recife Bom de Garfo

Fui convidado a participar do VII Festival Gastronômico de Pernambuco – Recife Bom de Garfo – um evento que dura duas semanas e tem a participação dos associados da Associação da Boa Lembrança.  O tema: “Os 200 anos da chegada da Família Portuguesa ao Brasil”. No evento, 25 restaurantes abriram suas cozinhas para 25 chefes convidados dos mais diversos cantos do Brasil. E eu tive a honra de estar presente, representando a Casa da Suíça.

Na bagagem eu não somente levava a minha doma e alguns quitutes do meu menu, mas muita ansiedade e pitadas de curiosidade. Afinal, me sentia um verdadeiro desbravador a desembarcar no solo desconhecido de Pernambuco.

O que posso dizer?

A minha impressão não poderia ser melhor. Um ótimo lugar para se passar as férias! 

O povo é receptivo, atencioso e alegre. As praias são belíssimas, Porto de Galinhas e Carneiros, inesquecíveis. Olinda (desculpem o trocadilho) é linda com suas casinhas coloridas e várias igrejas, uma beleza com história.

Muita cultura e arte são encontradas no Mercado São José, na Casa da Cultura, no Atelier Francisco Brennand e no Instituto Ricardo Brennand.

E pra quem gosta de gastronomia como eu…  Ah, este é o lugar! 

Recife é considerado o 3º Pólo Gastronômico do Brasil. Fiquei muito bem impressionado com a qualidade dos Restaurantes e com o belo trabalho dos Chefes da região. Pratos regionais com toques contemporâneos, com influências francesas, italianas e japonesas. Irretocável!

Meu anfitrião foi o Chefe Duca Lapenda, do Restaurante Pomodoro Café – com sua simpatia me recebeu de braços abertos e me tratou como rei. O menu elaborado e aprovado pelo Chef Duca, parece ter agradado em cheio ao paladar ‘arretado’ dos clientes do Restaurante Pomodoro.

O Menu:    Fiori dei primavera * Scaloppini al Marsala * Millefoglie tricolore

Mas, o que mais me chamou à atenção foi a amizade e a camaradagem dos donos dos restaurantes que fazem parte da ARBL.  A relação entre todos parece ser muito saudável, unida e coesa… Todos estão com suas colheres de pau em punho brigando pelo reconhecimento dessa arte tão nobre. Não é uma luta solitária e sonhadora como a de Dom Quixote… E isso transparece no decorrer do festival, que foi um sucesso, com certeza!

Retorno para casa trazendo, desta vez, na bagagem, impressões inesquecíveis de um evento bárbaro, que me deixou marcas profundas, positivas e promissoras. Espero poder retornar, contribuir e dividir o que aprendi nestes quatro cantos do mundo!

                                                   Volkmar Wendlinger,  31 de outubro de 2008

Anúncios
Explore posts in the same categories: Boa Lembrança, Crônicas

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: